Taxas de juros caindo, juros negativos no mundo desenvolvido, fim da renda fixa… Frases que estamos começando a nos acostumar a ouvir. Com isso fica cada vez mais importante diversificar e adicionar risco nos portfólios de investimentos. Uma exposição em Criptomoedas começa a fazer sentido para o investidor comum. Nesse caso, comum é apenas uma forma de dissociar investidores em geral dos nerds afeitos à tecnologia. Para esses investidores que não tem o conhecimento técnico ou tempo para fazerem a gestão dos seus investimentos em Criptomoedas sozinhos, restam basicamente duas alternativas: Carteiras Administradas pela HashInvest ou Fundos Multimercados com exposição indireta em Criptomoedas.

Com a finalidade de ilustração, farei uma comparação da carteira HASH5 da HashInvest com um exemplo de fundo multimercado com exposição em Criptomoedas.

HASH5

Fundo Multimercado

Público

Geral

Geral

Taxa de Administração

4% ao ano

1,5% ao ano

Taxa de Performance

10% sobre o que exceder ao Bitcoin

20% sobre o que exceder ao CDI

Come cotas

não

Sim

Imposto sobre ganho de capital

15%

15%

Exposição em Criptomoedas

100%

Máximo 20% através de fundos no exterior

Considerações:

  1. Se você quer, por exemplo, uma exposição de R$20.000,00 em Criptomoedas, no HASH5 você precisa de R$20.000,00 e no fundo de R$100.000,00;

  2. Os fundos, em geral tem 80% em renda fixa, em ativos que você poderia investir e diversificar sozinho e isentos de taxa de administração. Sendo assim, pela administração de hipotéticos R$20.000,00 em Criptomoedas (além de ter de disponibilizar outros R$80.000,00 para a renda fixa), o custo anual com taxa de administração seria de R$800,00 na carteira administrada vs R$1.500,00 no fundo multimercado;

  3. A carteira administrada não tem custos com estruturas complexas, uma vez que o custo de auditoria é arcado pela HashInvest. O fundo além do custo com auditoria e demais custos inerentes aos fundos de investimentos, ainda paga uma taxa de administração para o fundo no exterior que efetivamente tem a exposição às Criptomoedas. O investidor não enxerga estes custos, apenas tem a sua rentabilidade reduzida;

  4. O fato de não possuir come cotas e menores taxas de performance dispensam comentários e completam o racional das vantagens incontestáveis de se expor a Criptomoedas através do HASH5.

Clique aqui e conheça mais sobre o HASH5.

Obs: Este artigo é uma réplica da Newsletter da HashInvest disponibilizada por e-mail e publicada aqui com alguns dias de defasagem. Quer receber a Newsletter na íntegra? Assine inserindo o seu e-mail abaixo:

Assine a nossa newsletter
Receba o conteúdo que interessa para o investidor em Criptomoedas!
Obrigado por assinar a nossa newsletter!
We respect your privacy. Your information is safe and will never be shared.
Don't miss out. Subscribe today.
×
×
WordPress Popup Plugin