Queda do Bitcoin

Mike Tyson, conhecido de todos que tem mais de 30, foi uma lenda do Boxe e também um grande frasista, entre as pérolas do pugilista está a célebre frase “Todo mundo tem um plano até levar um soco na cara” e assim foi com o mercado de Criptomoedas nessa semana.

Quando a coisa parecia que ia engatar um ritmo de crescimento, vem o tal soco na cara… E pois é, não é falta de aviso. Estamos usando esse espaço há meses para dizer que estamos no mercado do Urso, que a expectativa até o final do ano é ruim e que o inverno é longo e tedioso.

Mas você não disse que estávamos no fundo do poço? Disse sim. Quando falei essa bobagem, o índice HASH5 estava em 56.700 pontos e minha margem de erro foi de 15%, ou seja, em tese meu intervalo vai de 48 a 67 mil pontos e, até ontem, me elevaria à categoria de oráculo… Brincadeiras a parte, a verdade é que parece que ainda há espaço para mais quedas.

A queda iniciada na quarta-feira ainda é incompreendida. Nem os profetas do passado ousaram sair dos ralos com suas explicações mirabolantes e nos resta tentar especular sobre eventuais causas e tentar estruturar alguns pensamentos (não tenho a pretensão de estar certo). Se alguém souber de fato o porquê da queda, por favor me conta!

SEC acabando em definitivo com a farra das ICOs

A primeira que pode fazer algum sentido foi que a SEC (equivalente a nossa CVM nos EUA) endureceu muito essa semana contra as ICOs (Initial Coin Offerings). Dois projetos foram considerados emissão irregular de valores mobiliários, as empresas foram multadas e o precedente para que investidores lesados abram processos para reaver seus investimentos foi aberto.

Os projetos Airfox e Paragon foram multados em 250 mil dólares cada e foi aberto o prazo para que a emissão de valores mobiliários seja regularizada de acordo com as regras vigentes na SEC. A porta foi aberta para processos em massa de investidores que se sentiram lesados pelas ICOs irregulares pedirem reembolso.

Até aí nada demais, a questão maior é que o relatório utilizado para justificar as punições indica que 95% das ICOs serão penalizadas da mesma forma se os mesmos critérios forem adotados. Em resumo, a festa da ICO acabou.

O copo meio vazio vê o pânico instalado e uma corrida para que os emissores de ICO liquidem todas as suas posições restantes em Criptomoeda e façam dólares o mais rápido possível, pressionando o mercado para baixo antes que a SEC chegue com suas cartinhas para centenas de ICOs ainda impunes. O copo meio cheio vê o regulador moralizando a coisa e pavimentando o caminho para que as ICOs sejam realizadas de modo regulado e visando a proteção do investidor.

Bitcoin Cash HashWars

O segundo fator que pode ter mexido com os preços do mercado foi a chamada HashWars.

O Bitcoin Cash, até então quarta maior moeda do mercado foi resultado de uma dissidência do Bitcoin. E a dissidência entrou em guerra civil e o Bitcoin Cash não existe mais, foi partido ao meio nos chamados Bitcoin Cash ABC (BCHABC) e Bitcoin Cash SV (BCHSV). Quem tinha BCH hoje tem a mesma quantidade de BCHABC e BCHSV.

Não é possível dizer se uma moeda destruirá a outra ou se elas poderão conviver separadamente. Em tese o código do BCHSV está pronto para, deliberadamente, atacar a rede do BCHABC que, supostamente, criou uma defesa para isso. Uma confusão desgraçada que é até difícil de explicar. Enfim, o fato é que o poder de mineração é um dos fatores que vai determinar quem será o vencedor dessa guerra e é aí que entra a pressão nos preços.

Cada lado mobilizou o seu exército de mineradores. A mineração de Bitcoin Cash (seja ABC ou seja SV) é extremamente deficitária. Para financiar a guerra muito provavelmente os mineradores estejam vendendo Bitcoin (BTC) tradicional para assim serem capazes de pagar suas contas de energia. Ninguém sabe os termos e as promessas que cada lado fez aos mineradores, mas o fato é que a energia não se paga sozinha.

Depósitos e saques em ambas as redes estão suspensas e algumas exchanges estão listando as moedas para negociação dentro de suas plataformas. Existe uma grande curiosidade do mercado em saber o que vai acontecer quando o fluxo de moedas for finalmente liberado.

Vai explodir para cima, ambas vão a zero, teremos um ganhador e um perdedor? Absolutamente ninguém sabe, ninguém.

Pânico

Além dos dois fatores explicáveis (e que repito, são palpites e não são as justificativas finais) têm sempre os fatores do emocional do investidor. Esse é um fato certeiro que não cabe discussão.

A famosa saída de emergência do cinema quando alguém grita fogo na sessão lotada…
Todos querem sair de qualquer jeito, de qualquer forma e a qualquer preço. Uma queda de mais de 10% em 30 minutos catalisa esse efeito e muita gente entra em desespero para sair do mercado.

As vezes não fazer absolutamente nada é o melhor a ser feito.

Nós estaremos onde sempre estivemos e não vamos a lugar algum. Investimento em Criptomoeda é uma maratona e os próximos anos serão muito interessantes.

Na nossa visão de longo prazo absolutamente nada muda. A gente te vende a narrativa que duas coisas justificam seu investimento em Criptomoedas: uma grande crise pode estar sendo cozinhada nos mercados “tradicionais” e a famosa bolha das Criptomoedas, assim como já ocorreu 3 vezes, vai inflar de novo e em ambos os casos, é bom estar dentro do mercado de Criptomoedas.

Não invista mais do que você toleraria perder, mas também não deixe todos os ovos dentro do mesmo cesto, e como já disse algumas vezes, vou repetir, 2030 é logo ali.

Obs: Este artigo é uma réplica da Newsletter da HashInvest disponibilizada por e-mail e publicada aqui com alguns dias de defasagem. Quer receber a Newsletter na íntegra? Assine inserindo o seu e-mail abaixo:

Assine a nossa newsletter
Receba o conteúdo que interessa para o investidor em Criptomoedas!
Obrigado por assinar a nossa newsletter!
We respect your privacy. Your information is safe and will never be shared.
Don't miss out. Subscribe today.
×
×
WordPress Popup Plugin