Com medo de uma nova crise mundial iniciada com o corona vírus, os bancos centrais do mundo voltaram a usar sua estratégia de inventar dinheiro. Só o Banco Central Americano (FED) injetou diretamente USD 700 bilhões na economia. Será que esta estratégia vai continuar funcionando para sempre e não teremos consequências no longo prazo?

Quem investe em Bitcoin tem um seguro caso tudo isto dê errado.

Isto porque o número total de moedas que existirão é fixo e a taxa com que elas chegarão ao mercado é conhecida por todos. Serão produzidos somente 21 milhões de Bitcoins e a inflação anual atual é de 3.69%. E isto não vai mudar nem com as variações de humor dos mercados nem com à vontade do presidente americano em tentar à reeleição.

Mas enquanto o último Bitcoin não é minerado (o que deve acontecer em 2140), em intervalos regulares acontece um evento chamado halvening. Ele determina que a taxa com que novos Bitcoins é criado seja diminuída pela metade. Então se hoje, a cada dez minutos aproximadamente, temos 6.25 novos Bitcoins, no próximo halving teremos 3.125 BTC e, quando isto ocorrer em aproximadamente 50 dias, será o terceiro evento do tipo na história da criptomoeda.

Como nas outras duas situações (2012 e 2016) houve uma aumento considerável do preço nos meses que sucederam o halving, existe uma grande expectativa na comunidade das criptomoedas de que algo semelhante venha a ocorrer neste ano. Para se ter uma ideia, em 2012 o preço foi de USD 12,00 para USD 127,00 e, em 2016, de USD 650,63 para USD 758,81 em apenas 150 dias após o halving.

Assim, ao investir em Bitcoin hoje, em uma época em que praticamente todas as modalidades de investimento na sua carteira dependem da premissa de que a impressão indiscriminada de moedas nacionais funciona e continuará funcionando para sempre e em que as pressões econômicas recentes devem levar à acentuação dessa política, investir em criptomoedas talvez seja a única forma de adicionar um ativo verdadeiramente descorrelacionado a sua carteira de investimentos. Além disso, de brinde, você ainda estará exposto a possibilidade de valorização quando o próximo halving ocorrer.

Obs: Este artigo é uma réplica da Newsletter da HashInvest disponibilizada por e-mail e publicada aqui com alguns dias de defasagem. Quer receber a Newsletter na íntegra? Assine inserindo o seu e-mail abaixo:

Assine a nossa newsletter
Receba o conteúdo que interessa para o investidor em Criptomoedas!
Obrigado por assinar a nossa newsletter!
We respect your privacy. Your information is safe and will never be shared.
Don't miss out. Subscribe today.
×
×
WordPress Popup Plugin