Agora em outubro, dois blockchains (Monero e SIA) anunciaram atualizações que dentre outras questões buscam impedir que ASICs sejam utilizados para a mineração nestas redes. Tivemos então mais um capítulo do que é chamado na comunidade das Criptomoedas de “Guerra aos ASICs”.

Antes de mais nada, convém explicar o que é um ASIC.

Imagine um computador extremamente otimizado para uma tarefa bem específica, de modo que ele consiga realizar essa tarefa muitas e muitas vezes mais rápido que um computador comum. Pois bem, isso é um ASIC ou Application-specific Integrated Circuit (Circuito Integrado de Aplicação Específica). No ambiente das Criptomoedas, estes “computadores otimizados” têm sido amplamente desenvolvidos e aplicados para mineração, obtendo resultados (lucro) muito superiores aos computadores normais.

Mas o que a comunidade das criptos tem contra esses dispositivos a ponto de declarar guerra a eles?

A grande questão é que quando ASICs começam a ser utilizados, eles levam a mineração de Criptomoedas a um patamar no qual computadores pessoais não conseguem competir. Isso desestimula a participação de pessoas comuns nas redes e torna a mineração dominada por grandes empresas focadas unicamente nesta atividade.

Para impedir que isso ocorra, hoje existe uma guerra entre os desenvolvedores de diversas Criptomoedas e os fabricantes de ASICs. Essa guerra funciona assim: lança-se um modelo de ASIC para uma moeda, os desenvolvedores dessa cripto fazem uma atualização com o objetivo de tornar esse ASIC menos eficiente, lança-se um novo modelo ASIC, libera-se uma nova atualização da cripto contra o modelo de ASIC mais novo…

Porém, mesmo com os desenvolvedores das moedas digitais se esforçando para lançar constantes atualizações, essa guerra parece estar perdida. Motivo? O prêmio para quem desenvolve um ASIC antes ou melhor que os outros é muito grande. Logo, muita gente está empenhada no desenvolvimento desses dispositivos. Pior, especula-se que muitos dos ASICs criados são mantidos em segredo justamente para que a vantagem competitiva seja mantida.

Mas se a batalha está perdida, existe alguma alternativa?

A única solução até o momento é acabar com a mineração como conhecemos hoje. Esse é um processo extremante complexo (afinal envolve mudanças no algoritmo de consenso) mas que foi escolhido por diversas criptos, como o próprio Ethereum.

Assim, basicamente existem duas alternativas para acabar com essa corrida atrás do próprio rabo que a guerra contra os ASICs se tornou: ou os desenvolvedores aceitam a existência desses dispositivos, ou reescrevem boa parte dos códigos das moedas digitais.

Obs: Este artigo é uma réplica da Newsletter da HashInvest disponibilizada por e-mail e publicada aqui com alguns dias de defasagem. Quer receber a Newsletter na íntegra? Assine inserindo o seu e-mail abaixo:

Assine a nossa newsletter
Receba o conteúdo que interessa para o investidor em Criptomoedas!
Obrigado por assinar a nossa newsletter!
We respect your privacy. Your information is safe and will never be shared.
Don't miss out. Subscribe today.
×
×
WordPress Popup Plugin