De 1 a 7 de outubro ocorreu a World Investor Week 2018, evento internacional promovido pela IOSCO (International Organization of Securities Commissions), uma espécie de associação internacional das “CVMs”. Mais especificamente no dia 05/10/2018 ocorreu a palestra “Criptoativos: Inovação, Riscos e Tendências” na sede da CVM no Rio de Janeiro. Claro que nós da HashInvest fomos lá conferir.

O público era basicamente composto por pessoas de grandes bancos, estudantes e escritórios de advocacia. Apenas a HashInvest entre as empresas do setor esteve presente.

Logo no disclaimer veio uma primeira decepção… “Esta é uma apresentação informativa e não representa o posicionamento oficial da CVM”. Apesar de que era uma apresentação com logo da CVM, feita por profissional da CVM e dentro da CVM…

O início foi bastante conceitual e interessante para os curiosos presentes. “Sem juízo” de valor o palestrante explicou brevemente a origem e os conceitos do Bitcoin, Blockchain e ICOs. Para mim foi interessante ver que um profissional da CVM se interessa e realmente acompanha estas evoluções tecnológicas. Vejo este fato com excelentes olhos…

O restante da apresentação foi baseado nos alertas de riscos divulgados pela própria CVM e BACEN nos últimos meses… A volatilidade destes ativos, não ser regulado e etc… além de passar por um vasto histórico de Exchanges ao redor do globo que tiveram problemas com hackers.

Na minha visão, a CVM tem o dever de alertar ao mercado, mas creio que as orientações poderiam ser mais práticas e objetivas como por exemplo: 1) Não deixe dinheiro parado na Exchange. 2) Olhe se a empresa que você está lidando tem sede no Brasil, pois apesar de não ser regulado você poderá recorrer a Justiça Comum se for lesado…

Pelo menos 80% dos riscos apresentados são decorrentes deste mercado ainda não ser regulado, ou seja, uma regulação mitigaria estes riscos. Nós da HashInvest tomamos todas estas precauções de forma a mitigar estes riscos apresentados operando apenas com Exchanges robustas e líquidas, mantendo 100% dos ativos dos nossos clientes fora das Exchanges e da Internet e ainda contamos com uma auditoria externa para asseguração de saldos.

O saldo positivo foi o fato de o assunto não ser demonizado na Autarquia sendo pauta constante em agendas internas e com outros reguladores. Incluir uma palestra dentro da semana de educação financeira também foi digno de nota.

Para concluir, vou reescrever meu comentário da ficha de avaliação da palestra:

Alô Regulador, uma regulação poderia mitigar mais de 80% dos riscos apresentados… Estamos disponíveis como empresa do mercado para contribuir para uma regulação sólida, segura, factível e pró-desenvolvimento e inovação.

Obs: Este artigo é uma réplica da Newsletter da HashInvest disponibilizada por e-mail e publicada aqui com alguns dias de defasagem. Quer receber a Newsletter na íntegra? Assine inserindo o seu e-mail abaixo:

Assine a nossa newsletter
Receba o conteúdo que interessa para o investidor em Criptomoedas!
Obrigado por assinar a nossa newsletter!
We respect your privacy. Your information is safe and will never be shared.
Don't miss out. Subscribe today.
×
×
WordPress Popup Plugin