Emoção e razão vivem duelando para ver quem manda mais em nossas atitudes. Isso vale para todos os seres humanos, inclusive você. Algumas pessoas escutam mais a razão enquanto outras mais as emoções. E quem está certo afinal?

Eu parto do princípio que não existe um certo definitivo, mas, sem dúvida, para algumas matérias tenho preferências… Isso não significa que a outra parte tenha que ficar de fora, mas ela não deve ser preponderante, pode exercer o poder de veto por exemplo.

Como o assunto é dinheiro, vamos nos ater a este tópico. A expressão “investidor racional” já diz tudo. Aqui quem manda é a razão. Será? Este assunto é tão complexo e profundo que é quase uma ciência. Academicamente chamamos de Finanças Comportamentais. Comportamentos e padrões se repetem e atrapalham que o investidor seja de fato racional.

Se você compra porque seus amigos estão comprando, vende porque viu na tv, compra ou vende porque subiu muito ou porque caiu muito, compra ou vende porque gosta desta ou daquela marca: CUIDADO. Você não está sendo racional. Suas emoções tomaram conta do seu dinheiro e isso pode ser prejudicial ao seu bolso.

Formule estratégias de curto, médio e longo prazo. Reavalie com frequência os FUNDAMENTOS e corrija a rota se necessário. Isso é racional. Comprar ou vender de impulso, sem que tenham mudado os fundamentos é emoção.

Lembro de um professor que falava: “Adoro a Ferrari, mas como negócio prefiro comprar um Fusquinha por R$10,00 do que uma Ferrari por R$10.000.000,00”.

Fundamentos mudam, não é “crime” mudar a estratégia e alocações. “Crime” é fazê-lo por emoção.

E a emoção entra onde com o poder de veto? Justamente impedindo que a sua estratégia e alocações sejam desenquadradas do seu perfil. Por exemplo: Se você não tem estômago para lidar com derivativos, estes devem ser vetados como alternativas para seus investimentos, mesmo que racionalmente sejam boas oportunidades.

Se você é um investidor racional e as Criptomoedas não foram vetadas pelas suas emoções, estas deveriam compor a sua carteira de longo prazo. Apesar do mercado baixista, os FUNDAMENTOS seguem em um bom caminho o que torna duplamente atrativo este ativo (preço baixo de entrada e potencial gigante).

Abra a sua conta gratuita na HashInvest e responda ao Suitability para descobrir se suas emoções permitirão ou não que você comece a investir neste grande potencial do futuro.

Obs: Este artigo é uma réplica da Newsletter da HashInvest disponibilizada por e-mail e publicada aqui com alguns dias de defasagem. Quer receber a Newsletter na íntegra? Assine inserindo o seu e-mail abaixo:

Assine a nossa newsletter
Receba o conteúdo que interessa para o investidor em Criptomoedas!
Obrigado por assinar a nossa newsletter!
We respect your privacy. Your information is safe and will never be shared.
Don't miss out. Subscribe today.
×
×
WordPress Popup Plugin