Pode parecer que o texto de hoje é dedicado a criticar a concorrência da HashInvest e, assim, te convencer a virar nosso cliente. Mas em minha defesa, primeiro, releia o título. Ele não diz: “Deixe as exchanges e venha para a HashInvest”. Na verdade, o texto de hoje é muito mais um apelo pela segurança do seu dinheiro do que publicidade da nossa gestora.

Caso a parte técnica não te interesse, simplesmente pergunte àquele que tudo sabe (Google) quais exchanges já foram hackeadas de alguma forma. A lista é assustadora. Você vai encontrar nomes bastante conhecidos como Bitifinex e Bitstamp. Você vai encontrar roubos de centenas de milhões de dólares. E você vai encontrar exchanges que faliram por causa de roubos.

Mas o que torna as exchanges mais propensas a ataques de hackers?

A meu ver, a fraqueza é intrínseca ao modelo de negócio.

Em primeiro lugar nas exchanges há uma movimentação gigantesca em pouco tempo. A Binance, por exemplo, negociou US$ 157 milhões em Bitcoins nas 24 horas anteriores ao momento em que eu escrevo esse texto. Além disso, lembre-se que para retiradas em Criptomoedas das exchanges em Criptomoedas não é necessário cadastrar o CPF do beneficiário, O que existe é somente uma sequência aleatória de caracteres que pode pertencer a qualquer pessoa. Com esses dois fatores juntos, ou seja, um grande volume de dinheiro e anonimato do beneficiário de saques, tornam qualquer brecha, qualquer descuido catastrófico.

Em segundo lugar, para conseguir atender quase que instantaneamente uma grande movimentação de valores, as exchanges precisam ter hot wallets. Explicando, uma wallet ou carteira, é a forma/meio de armazenamento das chaves que dão poder de movimentação sobre as criptomoedas. Uma hot wallet é uma carteira que é conectada de alguma forma a internet.

Qualquer manual para iniciantes em criptomoedas vai dizer em alto e bom som para você usar hot wallets somente para pequenas quantias que precisem ser transacionadas. Como aquele cinquentão que você deixa na carteira para uma emergência. O grosso do seu investimento em moedas digitais deve ficar em cold wallets, ou carteiras não conectadas a internet.

Agora pense que uma exchange não consegue se livrar das hot wallets e é justamente por isso que eu digo que a insegurança é intrínseca ao modelo de negócio das exchanges.

Na HashInvest, nós só utilizamos cold wallets. Nós somente fazemos saques para contas bancárias de mesmo CPF. Nosso procedimento interno garante que todas as medidas de segurança sejam tomadas. Além disso, deixamos o dinheiro de nossos clientes o menor tempo possível nas exchanges.

Todas essas medidas servem para proteger nossos clientes. Você, pessoa física, deve fazer o mesmo sempre que for mexer com as suas criptomoedas. Afinal, se acontecer algum problema, você vai pedir socorro para quem? O governo que não vai ser.

Obs: Este artigo é uma réplica da Newsletter da HashInvest disponibilizada por e-mail e publicada aqui com alguns dias de defasagem. Quer receber a Newsletter na íntegra? Assine inserindo o seu e-mail abaixo:

Assine a nossa newsletter
Receba o conteúdo que interessa para o investidor em Criptomoedas!
Obrigado por assinar a nossa newsletter!
We respect your privacy. Your information is safe and will never be shared.
Don't miss out. Subscribe today.
×
×
WordPress Popup Plugin